terça-feira, 3 de abril de 2012

Guria africana!

31/03/2012
Hoje me senti a típica guria africana! =)
Eu e a Farhat acordamos cedinho para pegar o “ônibus” pra Porto Novo e assim que chegamos fomos direto à costureira.
Gente fiquei impressionada com as roupas!
A não ser uma costurinha aqui ou ali ela não teve que refazer quase nada, e olha que eu sou chata para isso hein.. Elas costuram mto bem.
Me senti bem estranha nas roupas mega coloridas, não sei dizer ao certo se gostei ou não.. é tudo muito diferente do que estou acostumada a usar.
Amei ver os vestidos da minha mãe, Duda e Vivi prontos e fiquei louca para entregá-los de uma vez.. (Mãe te prepara o teu é vermelho com laranja e verde limão! Ahuhuahuahau)
Costureiras..


Detalhes..


OBS- Fomos lá a primeira vez umas 8 da manhã e voltamos umas 8 da noite para pegar as roupas, quando saímos elas continuaram trabalhando. Aqui as pessoas não tem muito tempo pra outra coisa sem ser pro trabalho, e mesmo assim estão sempre sorrindo...
Isso faz com que eu admire e respeite cada vez mais essa gente! 

*Música que sempre lembro quando vejo essas mulheres: Maria, Maria – Milton Nascimento 

Depois que saímos da costureira fomos direto pra casa, pois a moça que ia fazer minhas trancinhas já estava esperando.
No inicio foi tranquilo, mas depois de uma hora eu já estava pedindo arrego.. Nossa é muito cansativo! Fiquei quase 4 horas sentada enquanto ela trançava todo meu cabelo.
Por todo esse trabalho paguei 3000 F = R$9,90, o trabalho manual aqui é muito barato. As gurias disseram que ela me cobrou caro pq eu sou branca e aqui eles sempre cobram mais das pessoas brancas do que das negras.. Enfim, preço mais do que justo, sem problemas.
Resultado
 

E esse foi meu dia de menina africana!
Depois vou mostrar fotos das roupas, só deixem eu me acostumar um pouquinho mais com as cores..  ahuahuah
Beijos e Boa noite!

Um comentário:

  1. Linda, linda, linda demais... E, o melhor: por fora e por dentro. É o que importa, meu amor!! Quero muito conversar contigo. Tomara que possamos, todos, incorporar parte desses hábitos de dar menos valor ao perecível... Ao que se esvai e não nos preenche de fato. Te amo. Te amo. Te amo. Beijos!!

    ResponderExcluir