quinta-feira, 1 de março de 2012

Universidade Calavi

28/02/2012, Cotonou – Benin

Hoje de manhã fiquei explodindo de tanta felicidade, foi a primeira vez que consegui ver e falar com a Dudinha!! Foi maravilhoso!
Escutar a vozinha dela me acalmou um pouco, mas me fez ter mais vontade de apertar as bochechas fofas dela!
Que criança bem querida, meiga, engraçada, bonita e especial! Ai ai.. sou louca pela minha irmã! Que saudade!
Um oceano pode separar o nosso beijinho, mas não o nosso amor!


Depois de cheirar virtualmente os meus amores, fui na embaixada do Brasil para encontrar a professora Isabel e ir a Calavi.
Calavi é a maior universidade publica de Benin, é bem grande e a maioria dos alunos moram em apartamentos que tem lá mesmo.
                A professora Isabel está aqui em Cotonou desde 2009, ela veio para cá ensinar português na universidade.
Ela foi super querida, me senti mega bem.
                Hoje aprendi um monte, tinham palestras sobre a mistura da cultura africana com a brasileira.
Primeiro dois historiadores e antropólogos falaram sobre a ida dos negros para o Brasil, a forma como eles conseguiam se identificar para formar novos grupos e cultuar sua religião. Foi bem interessante.
Depois um pessoal do Rio de Janeiro apresentou o filme Mãos Feitas de Fé, que fala sobre o funcionamento de uma casa de Candomblé e é todo narrado por uma mãe de santo, a Mãe Marta.
A Mãe Marta estava aqui também, gente vocês precisavam ver a emoção dela ao falar da África. Dava para ver que ela estava realizando um grande sonho.
Me arrepiei várias vezes escutando ela falar.
Mãe Marta respondendo perguntas dos estudantes...


Quando terminaram as palestras fui conversar com a Lucina, que é a responsável pelo filme. Entreguei para ela um cd do Patrimônio ao Pé do Ouvido e falei a respeito do filme O Liberdade, ela ficou super interessada, adorou as propostas.


Trocamos e-mail e combinamos de levar esse filme pra Pelotas...
Obs.- Alê já sentisse que essa parte é contigo, né?! 

Depois de passar o dia por Calavi voltei para Cotonou e fui direto para internet tentar contar tudo pra Alê, mas o sinal ruim não permitiu. Essa foi a história Tiiiiiia! Depois te conto com mais detalhes!

Por hoje é só pessoal! Boa noite!

8 comentários:

  1. Sobrinhaaaaa! Que legal!!!
    Aquele dia quase morri de curiosidade.
    Amei ver o "Patrimônio Pé-De-Ouvido" em mãos que estão tão distantes daqui e ao mesmo tempo tão perto, pelo conteúdo. Sabes que tenho muito orgulho desse trabalho, né?! Que maravilha!!!
    Depois me passa mais informações sobre o filme daí e a proposta de apresentação do "O Liberdade" para eu mandar para o pessoal da Moviola.
    Certamente receberemos o filme deles aqui com muito carinho, conta comigo! Lugar já temos!!!
    Beijão.
    Tia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tiiiiia!
      Aquele dia eu tava numa angustia pra falar!
      Escrevia, escrevia e não ia nada! A internet aqui é muito ruim!
      Eu sei que tens muito orgulho desse trabalho, e não é pra menos, né?! Ele é lindo e de muita qualidade!
      Tu me desses três cds do Patrimônio né.. Um eu dei pro pessoal do filme, outro pro secretário do embaixador que é muito querido e disse que já escutou várias faixas e o terceiro estou guardando para professora de portugues daqui.
      O filme vou ver se passo pra ela tb.. Mas tô em dúvida quanto a isso.
      Pq pensa, eu não sei quem exatamente que pagou, mas o pessoal do filme do RJ teve toda sua vinda paga para apresentar o filme!
      Já imaginou O liberdade poder ser apresentado aqui com toda equipe que gravou, que sucesso!
      Pq não dás esse toque pro pessoal da Moviola?! Ai se não der em nada eu apresento o filme pra ela depois!
      Beijocas!
      Te amo

      Excluir
  2. Faltou publicar aqui que também amei o encontro das minhas sobrinhas amadas: Dudica e Pólinha!!! Amo vocês. Beijocas apertadas nas duas. Alê

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai Tia nem me fala..
      Eu tb amei ver minha gatinha, nossa sinto tanta saudade!
      Te amo muito e tô louca pra receber essas beijocas apertadas pessoalmente!

      Excluir
  3. Nessa quarta-feira a pequena chegou aqui dizendo que tava acompanhando teu blog! (Será que fiquei engasgado?) Fico muito feliz que vocês tenham conseguido se falar, sei que as duas sofrem com essa saudade.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai gordinho nem me fala em ficar engasgada!
      Quando ví e escutei ela, meu peito parecia que ia explodir!
      Nossa como sinto falta da minha gorda!
      A mãe disse que ela está acompanhando o blog sim, mas que se nega a ver fotos com outras crianças! auauahuahauha

      Excluir
  4. Coisa amada minhas duas gordinhas!!!! Amo... amo... amo... mto...
    O computador tem nos ajudado a segurar a saudade... pois ela dói... e só sabe quem a sente... ai...ai...
    Quero ver o Citydown aí também... afinal nossa maquiadora e figurinista está aí e pode levá-lo por onde for...
    Bj meu amor

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Saudade é uma dor que ngm mais vê, mas me arrisco a dizer que dói muito mais do que muito arranhão ou roxão.
      Poxa já imaginou que legal passar o Citydown aqui.. seria maravilhoso hein!
      Te amo mamiiiis

      Excluir