terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

Museu Etnográfico

25/02/2012, Porto Novo – Benin

Depois de sair de casa, nossa primeira parada em Porto Novo foi o Museu Etnográfico.
Gente é MUITO legal, dava vontade de tirar foto de tudo para poder mostrar para vocês! Eu chegava a abrir bem os olhos na esperança de não deixar passar nada.
Esse é o portão de entrada... Olhem quantos detalhes!




Esse é o Museu visto por fora...


 

Ele foi o primeiro museu fundado em Benin, na década de 60, e contem um grande número de máscaras e objetos típicos da cultura Vodoun e Africana.
Óbvio que na parte interna do museu não pude tirar fotos, mas prestei bastante atenção em tudo e tentei aprender ao máximo..
As máscaras são muito antigas e cada uma tem sua história e função, na grande maioria eram usadas por Oráculos ou por Chefes de Aldeias.
Tem máscara pra tudo.. Para o dia ou para noite, para ver o futuro, para prever o calendário, para aumentar a fertilidade, para a chuva, para o sol, para ter filhos gêmeos, para ver o passado de uma pessoa e depois saber se o noivo é bom para casar ou não (dessa eu particularmente gostei e pensei em levar pro Brasil hauhauhaua), para curar doentes, para ter sorte... Nossa é MUITA coisa!
Várias máscaras tinham animais de diferentes espécies entrelaçados ou comendo no mesmo pote.. Eles simbolizam a união e a força da natureza. A crença diz que o homem que a usar terá muita força, conseguirá aceitar a diferença e até mesmo se beneficiar dela. Eles já pensam nisso a muitos anos.. E depois nós que somos muito evoluídos, né?!
Na parte externa do Museu tinham várias pinturas..


Essa é uma figura tradicional no Vodoun o nome é Zandgbeto, e eles acreditam que dentro dessa roupa não existe uma pessoa, apenas um espírito no corpo de um animal.


Esse é o  Glélé, e na crença popular dentro dessas roupas tem uma pessoa incorporada de um espírito nobre, de um oráculo ou de um grande chefe.


Essa pintura retrata as máscaras que tem dentro do Museu..


Festa típica com música e dança Vodoun.


Roupa típica nas aldeias...




Essa pintura demonstra a forma como a tradição é passada para as crianças, não existem livros, a história é ensinada em rituais..
Depois de ver tudo fomos dar uma passadinha na loja do Museu.. mais uma vez tive vontade de levar tudo, mas tenho dúvidas se posso levar peças de madeira para o Brasil... Tenho que me informar a respeito disso. Acho tudo muito diferente e bonito..



Depois de ver tudo partimos do Museu Etnográfico e eu só conseguia pensar que queria muito que meus olhos tirassem fotos!


OBS.- As duas flores mais lindas que achei aqui estão dentro do meu caderninho e estou levando para o Brasil pras minhas duas meninas.. mãe e Duda!

Um comentário:

  1. Vocês são as minhas flores... e sempre serão...
    OBS: A Duda é obvio que foi logo dizendo... Eu sou a rosa... capaz que eu não sabia disso...
    Ela disse ontem na garagem qdo fomos guardar o carro... Como tem coisas verdes por todos os lados né mãe? Quanto mais eu vejo verde... mais eu tenho saudades da maninha....
    E eu só pensei... Ai... ai.... saudade dói... mas tenho a difícil tarefa de consola-la e parecer eternamente forte né? Bjs meu amor...

    ResponderExcluir